segunda-feira, 23 de maio de 2011

Kit gay - Voltemos ao assunto

Quando se falou no tal kit gay que seria distribuído nas escolas brasileiras, logo apareceram os defensores alegando que não havia nada de apologia ao homossexualismo, que apenas se tratava de um material que serviria de apoio ao combate à homofobia.

Bem, os vídeos falam por si só. Jovens homossexuais/bissexuais sendo tratados como pessoas especiais e os valores da família sendo jogados na lata do lixo. A imoralidade é tanta, que no segundo vídeo fica subentendido que as meninas lésbicas dariam um beijo na frente de todos os alunos, para provarem que elas poderiam ser felizes da forma que escolheram.

Veja:





E agora o que disse o representante do MEC:


Está aí o retrato da educação do nosso país. E isso não é combate à homofobia, mas apologia ao homossexualismo e práticas similares.

E antes que venham falar abobrinha... ninguém aqui está defendendo a violência contra os homossexuais. O que se debate aqui são os valores que as escolas irão ensinar aos nossos filhos quando eles estiverem longe do seio familiar. Se os homossexuais têm os mesmos direitos que as outras pessoas (e realmente têm, independentemente de qualquer lei, como assegura a Constituição Federal), nós também temos o direito de não querer que certas práticas sejam ensinadas aos nossos filhos.

Eu penso dessa forma. A Constituição também me garante a liberdade de expressão.

sexta-feira, 8 de abril de 2011

Tragédia no Rio

Assim como a maioria das pessoas no país, fiquei chocado com o acontecido na escola municipal no realengo, no Rio de Janeiro.


É com lágrimas e pesar que rogo a Deus que console os familiares e amigos das vítimas dessa tragédia. E que possamos tirar uma lição positiva desse acontecido, para que algo similar não venha a acontecer novamente.

Que as autoridades tomem atitudes e que dêem suporte a essas pessoas, pois um trauma com esta magnitude não será esquecido tão cedo.

Que Deus haja para Sua glória!

sábado, 18 de dezembro de 2010

Governo Federal e o "kit gay" nas escolas

Vocês já notaram que está acontecendo no Brasil um movimento muito estranho a favor do homossexualismo? As novelas, os programas de TV e os noticiários vêm implantando a idéia do homossexualismo como uma prática natural e normal, e tudo que se opõe ao homossexualismo está sendo generalizado como sendo homofobia. (Claro, não estou aqui falando dos casos de agressão, pois qualquer tipo de agressão é crime, seja a homossexuais ou heterossexuais)

Agora o Governo Federal pretende implantar um material didático que incentiva as crianças à pratica homossexual:



REPORTAGEM DO CORREIO BRAZILIENSE

Kit Gay para alunos conterá um DVD com uma história aonde um menino vai ao banheiro e quando entra um colega, se diz apaixonado pelo mesmo e assume sua homossexualidade

Ele ainda nem foi lançado oficialmente. Mas um conjunto de material didático destinado a combater a homofobia nas escolas públicas promete longa polêmica. Um convênio firmado entre o Ministério da Educação (MEC), com recursos do Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE), e a ONG Comunicação em Sexualidade (Ecos) produziu kit de material educativo composto de vídeos, boletins e cartilhas com abordagem do universo de adolescentes homossexuais que será distribuída para 6 mil escolas da rede pública em todo o país do programa Mais Educação.

Parte do que se pretende apresentar nas escolas foi exibida ontem em audiência na Comissão de Legislação Participativa, na Câmara. No vídeo intitulado Encontrando Bianca, um adolescente de aproximadamente 15 anos se apresenta como José Ricardo, nome dado pelo pai, que era fã de futebol. O garoto do filme, no entanto, aparece caracterizado como uma menina, como um exemplo de um travesti jovem. Em seu relato, o garoto conta que gosta de ser chamado de Bianca, pois é nome de sua atriz preferida e reclama que os professores insistem em chamá-lo de José Ricardo na hora da chamada.

O jovem travesti do filme aponta um dilema no momento de escolher o banheiro feminino em vez do masculino e simula flerte com um colega do sexo masculino ao dizer que superou o bullying causado pelo comportamento homofóbico na escola. Na versão feminina da peça audiovisual, o material educativo anti-homofobia mostra duas meninas namorando. O secretário de Educação Continuada, Alfabetização e Diversidade do MEC, André Lázaro, afirma que o ministério teve dificuldades para decidir sobre manter ou tirar o beijo gay do filme. “Nós ficamos três meses discutindo um beijo lésbico na boca, até onde entrava a língua. Acabamos cortando o beijo”, afirmou o secretário durante a audiência.

O material produzido ainda não foi replicado pelo MEC. A licitação para produzir kit para as 6 mil escolas pode ocorrer ainda este ano, mas a previsão de as peças serem distribuídas em 2010 foi interrompida pelo calor do debate presidencial. A proposta, considerada inovadora, de levar às escolas públicas um recorte do universo homossexual jovem para iniciar dentro da rede de ensino debate sobre a homofobia esbarrou no discurso conservador dos dois principais candidatos à Presidência.

O secretário do MEC reconheceu a dificuldade de convencer as escolas a discutirem o tema e afirmou que o material é apenas complementar. “A gente já conseguiu impedir a discriminação em material didático, não conseguimos ainda que o material tivesse informações sobre o assunto. Tem um grau de tensão. Seria ilusório dizer que o MEC vai aceitar tudo. Não adianta produzir um material que é avançado para nós e a escola guardar.”

Apesar de a abordagem sobre o adolescente homossexual estar longe de ser consenso, o combate à homofobia é uma bandeira que o ministério e as secretarias estaduais de educação tentam encampar. Pesquisa realizada pelas ONGs Reprolatina e Pathfinder percorreram escolas de 11 capitais brasileiras para identificar o comportamento de alunos, professores e gestores em relação a jovens homossexuais. Escolas de Manaus, de Porto Velho, de Goiânia, de Cuiabá, do Rio, de São Paulo, de Natal, de Curitiba, de Porto Alegre, de Belo Horizonte e de Recife receberam os pesquisadores que fizeram 1.406 entrevistas.

O estudo mostrou quadro de tristeza, depressão, baixo rendimento escolar, evasão e suicídio entre os alunos gays, da 6ª à 9ª séries, vítimas de preconceito. “A pesquisa indica que, em diferente níveis, a homofobia é uma realidade entendida como normal. A menina negra é apontada como a representação mais vulnerável, mas nenhuma menina negra apanha do pai porque é pobre e negra”, compara Carlos Laudari, diretor da Pathfinder do Brasil.

quinta-feira, 14 de outubro de 2010

Tweets sobre o aborto

(Ler de cima para baixo)

thiagorpinheiro: Lula defende o casamento gay, que Dilma renegará em carta http://migre.me/1zj8O

thiagorpinheiro: As pessoas confundem as coisas... Deus odeia o pecado e ama o pecador. Daí querem institucionalizar o pecado. #complicado

thiagorpinheiro: Quanto ao aborto, dar assistência médica e psicológica às mulheres e aconselhamento é uma coisa, mas institucionalizar o aborto é diferente

thiagorpinheiro: O artigo 2º do Código Civil Brasileiro estabelece, desde a concepção, a proteção jurídica aos direitos do nascituro [continua]

thiagorpinheiro: o artigo 7º do Estatuto da Criança e do Adolescente dispõe q a criança nascitura tem direito à vida [continua]

thiagorpinheiro: a Convenção Americana de Direitos Humanos, que dispõe, em seu artigo 4º, que o direito à vida deve ser protegido desde a concepção. [cont.]

thiagorpinheiro: A Constituição Federal do Brasil, no caput do seu artigo 5º, também estabelece a inviolabilidade do direito à vida. [continua]

thiagorpinheiro: Lei existe pra ser cumprida #fato Existem milhares de clinicas ilegais e mulheres q procuram essas clinicas por nao terem pespectiva alguma

thiagorpinheiro: Política pública ÉTICA: combater o aparecimento desses matadouros e conscientizar as mulheres dos caminhos que devem seguir [cont]

thiagorpinheiro: Dar assistência às mulheres que utilizaram esses métodos e conscientizar as q pretendem utilizar. [cont]

thiagorpinheiro: Aborto NÃO deve ser usado para controle de natalidade. Para isso existem os métodos contraceptivos. Isso deve ser transmitido para o povo.

thiagorpinheiro: Como a gente pode observar, não precisamos institucionalizar o aborto para tratar de saúde pública.

segunda-feira, 27 de setembro de 2010

Edir Macedo defende o ABORTO

Que palavras usar diante de tamanha aberração?

Como alguém que se diz cristão vai a público e expõe abertamente um pensamento tão ridículo e anti-bíblico (apesar da TENTATIVA de usar a Bíblia como base, assim como faz com todas as suas outras heresias)?

Esse grupo que teima em auto-intitular-se "igreja cristã" já é famoso por sustentar doutrinas que NADA TEM A VER com o cristianismo bíblico, e agora aparece com mais essa...

Quero deixar claro que as minhas críticas não se direcionam a pessoas mas a questões teológicas e doutrinárias, e que estou amparado por Deus, primeiramente, e pela Constituição Federal. (Liberdade de expressão)

Eles estão amparados pela Constituição, mas com certeza Deus não aprova isso.

Chega de conversa. Vejam e tirem suas conclusões:






Que Deus livre as pessoas DESSE mal!

terça-feira, 21 de setembro de 2010

Lei da Mordaça

Gostaria de pedir um pouco mais da atenção de vocês.

Todos devem saber que, no nosso país, estão sendo debatidas alterações na legislação a fim de "proteger" uma parcela da população (os homossexuais), criminalizando a opinião dada pelos que são contrários às práticas homossexuais.

No vídeo a seguir, o Pr. Silas Malafaia fala um pouco sobre isso.

Eu sei que esse pastor tem recebido muitas críticas por ter mudado seu foco em direção ao evangelho da prosperidade. Quanto a isso, também tenho opinião contrária, mas nesse vídeo ele fala algo muito relevante e chocante.

Então, vamos ficar atentos? Segue o vídeo...

sexta-feira, 17 de setembro de 2010

PG - Como a brisa

Vamos louvar?



PG - Como a brisa

Abro o coração e a janela
Vejo o sol de um novo dia
Sei que hoje estás aqui
Tu és como um vento que não avisa
Quando sopra traz a vida
Vem e sopra sobre mim
E meu coração volta a viver
E se renova
Se estás aqui
E meu coração chama por Ti
Porque Te espero
Volto a sorrir

Espírito de Deus, toma minha vida
Como a chuva que tardou
E ao deserto vida deu
Descendo sobre mim como a brisa
Que derrame sobre mim
Teu poder venha fluir
Related Posts with Thumbnails