sexta-feira, 13 de agosto de 2010

Formadores de opinião #2 - Elton John: "Jesus era gay"


Essa aqui foi demais (no mau sentido, claro).

O famoso cantor, compositor e músico inglês, Elton John, "verborragiou" no início do ano a pior declaração de sua vida. Leia a matéria:

--------------------------

Em entrevista a revista norte-americana Parade, o música britânico Elton John, 62 anos, disse acreditar que Jesus era gay. "Acho que Jesus tinha muita compaixão, era um homem gay superinteligente que entendeu os problemas da humanidade".

"Jesus queria que nós amássemos e perdoássemos. Eu não sei o que faz as pessoas serem tão cruéis. Tente ser uma lésbica no Oriente Médio - é melhor estar morto", completou.

Na entrevista, Sir Elton John também contou como conheceu seu companheiro, David Furnish, 47 anos. "Senti-me atraído por David imediatamente. Ele estava muito bem vestido, era muito tímido. Na noite seguinte, nós jantamos. Depois disso, nos apaixonamos muito rápido", contou.

Elton John não foi a primeira estrela do mundo da música a proferir considerações não muito cristãs. Há 44 anos, John Lennon declarou que os Beatles eram mais populares que Jesus. No começo da década de 90, Madonna também causou polêmica ao beijar um santo no videoclipe da música "Like a Prayer".

Fonte: Yahoo Notícias

--------------------------

Jesus Cristo tinha infinita compaixão, realmente, mas afirmar que Ele era gay transformou esta declaração na mais infeliz da vida desse cantor.

A Bíblia diz que:

1
No princípio era o Verbo, e o Verbo estava com Deus, e o Verbo era Deus.

2
Ele estava no princípio com Deus.

3
Todas as coisas foram feitas por ele, e sem ele nada do que foi feito se fez.

4
Nele estava a vida, e a vida era a luz dos homens.

5
E a luz resplandece nas trevas, e as trevas não a compreenderam.

6
Houve um homem enviado de Deus, cujo nome era João.

7
Este veio para testemunho, para que testificasse da luz, para que todos cressem por ele.

8
Não era ele a luz, mas para que testificasse da luz.

9
Ali estava a luz verdadeira, que ilumina a todo o homem que vem ao mundo.

10
Estava no mundo, e o mundo foi feito por ele, e o mundo não o conheceu.

11
Veio para o que era seu, e os seus não o receberam.

12
Mas, a todos quantos o receberam, deu-lhes o poder de serem feitos filhos de Deus, aos que crêem no seu nome;

13
Os quais não nasceram do sangue, nem da vontade da carne, nem da vontade do homem, mas de Deus.

14
E o Verbo se fez carne, e habitou entre nós, e vimos a sua glória, como a glória do unigênito do Pai, cheio de graça e de verdade.

(João 1: 1 - 14)

Jesus é o Verbo encarnado, existiu desde sempre e todas as coisas foram feitas por Ele.

Todos os que o recebem, crendo em Seu nome, são chamados de filhos de Deus, renascendo, e esse renascimento não vem do sangue, nem da vontade da carne, nem da vontade do homem, mas de Deus.

Fica claro que a vontade da carne difere-se da vontade de Deus. O salmista diz:

"Deleito-me em fazer a tua vontade, ó Deus meu; sim, a tua lei está dentro do meu coração". (Salmos 40:8)

E se a vontade da carne difere-se da vontade de Deus, e a vontade dEle é revelada por meio das Escrituras Sagradas, então vamos consultar a Bíblia para entendermos o que Deus pensa sobre algumas vontades da carne.

"Não erreis: nem os devassos, nem os idólatras, nem os adúlteros, nem os efeminados, nem os sodomitas, nem os ladrões, nem os avarentos, nem os bêbados, nem os maldizentes, nem os roubadores herdarão o reino de Deus". (1 Coríntios 6:10)

"E agora digo isto, irmãos: que a carne e o sangue não podem herdar o reino de Deus, nem a corrupção herdar a incorrupção". (1 Coríntios 15:50)

Com relação ao homossexualismo, duas palavrinhas foram usadas por Paulo: efeminados e sodomitas.

A primeira vem de "malakos", do grego mole, macio, suave e efeminado, era usada para se referir aos homens que eram passivos nas relações sexuais com outros homens.

A segunda vem de "Arsevókoitês", do grego sodomita, pederasta, homossexual. Esse termo é a junção de duas outras palavras gregas: ‘Arse’, que quer dizer macho; e, ‘koitê’, que quer dizer leito nupcial, relação sexual, coito.

Ou seja, tanto os homossexuais passivos quanto os ativos não herdarão o Reino de Deus. Derrubando a afirmação de que Jesus era gay.

Assim temos uma resposta bíblica para a maior baboseira já dita por esse formador de opinião internacional.


Cuidado com eles, permaneçam com Deus.

5 comentários:

Lauriete 2010 disse...

Passando para prestigiar as abençoadas postagens, te convido para visitar a minha Web Rádio, que há 3 anos vem tocando 24 hs louvores avivados e mensagens edificantes...
acesse o nosso blog e confira nossa programação:
http://www.lauriete2010.blogspot.com
Aceito Parceria = Troca de Banner.

Anônimo disse...

Ele fala essa heresia, por falta de conhecimento da palavra, oro a Deus
para que ele também seja alcançado
pela Graça do Amor em Jesus, nosso
Salvador.Parabéns pelo artigo, muito
bem elaborado.Jesus é Alfa e omega,digno de toda Glória,Paz.

www.isabel-meneses.blogspot.com disse...

Ele fala essa heresia, por falta de conhecimento da palavra, oro a Deus
para que ele também seja alcançado
pela Graça do Amor em Jesus, nosso
Salvador.Parabéns pelo artigo, muito
bem elaborado.Jesus é Alfa e omega,digno de toda Glória,Paz.

Thiago Rodrigo disse...

Ele fala por desconhecimento e, por tabela, acaba influenciando milhões de opiniões.

Luciano Zamboni disse...

Perecem por falta de conhecimento.
Após nos convertermos eese tipo de declaração nos entristece, pois sabemos que existe o Poder e amor de Deus.
Mas acreditar num cristo gay, é de lascar.

Um abraço

Related Posts with Thumbnails