domingo, 19 de outubro de 2008

Cadê a Igreja?


Ultimamente tenho pensado bastante sobre o papel da IGREJA no mundo, na comunidade local e dentro de casa.

E quanto mais penso, mais eu vejo que muito pouco está sendo feito. O problema é que nem todos que frequentam uma "igreja" fazem parte da IGREJA, se é que vocês me entendem.

Estou vendo o cristianismo passar de um estilo de vida doutrinado por Deus a um simples modismo ou fantasia que é vestida a cada domingo.

A roupa, fantasia, ou máscara é escolhida conforme o estilo próprio do "freguês". Alguns preferem o estilo "tradicional", outros preferem o estilo mais "extravagante". A diferença é que um é mais contido em seus atos, mais cético nas suas concordâncias, mais firmes em suas críticas, enquanto o outro vive do espetecular, do "sobrenatural", das bolas de fogo invisíveis a olho nu e das meras repetições de chavões que falam muito mas não dizem nada.

Confesso que estou "meio bolado" com essas coisas. De um lado, corações frios e teológicos demais, do outro lado, corações fervorosos e pobres da Doutrina.

Todos querem experimentar a vontade de Deus nas suas vidas mas não procuram CONHECER qual seja essa vontade, aquela que o Paulão escreveu (desculpem a intimidade), a vontade boa, perfeita e agradável de Deus.

E por coincidência, ou não, encontro aí um argumento que alimenta ainda mais a minha boa revolta:

"E não sede conformados com este mundo, mas sede transformados pela renovação do vosso entendimento, para que experimenteis qual seja a boa, agradável, e perfeita vontade de Deus." (Romanos 12 : 2)

Hoje em dia está difícil saber onde a IGREJA está. Bem, ela deveria estar no mundo, transformando o mundo, ensinando o mundo, apresentando as Boas Novas, dando bom testemunho de vida, praticando o Cristianismo puro e simples, refletindo o caráter de Jesus, sendo sal e luz.

O que nós vemos é o mundo entrando na "igreja", omitindo a Palavra, negando as maravilhas de Deus, afirmando "maravilhas próprias", vivendo de "visões" tão cegas quanto o cego Bartimeu (claro, antes de encontrar Jesus). Essa "igreja" que sapateia e fala em línguas estranhíssimas está tão morta quanto Lázaro (antes da chegada de Jesus).

E eu não estou falando de denominações, estou falando de pessoas.

Bartimeu era aquele cego da cidade de Jericó, que ficou sabendo que Jesus iria passar por ali e clamou por Ele, mesmo a mutidão tentando impedi-lo de ter o encontro com o Senhor, ele clamou e Jesus veio até ele, e restaurou sua visão.

51 E Jesus, falando, disse-lhe: Que queres que te faça? E o cego lhe disse: Mestre, que eu tenha vista.
52
E Jesus lhe disse: Vai, a tua fé te salvou. E logo viu, e seguiu a Jesus pelo caminho.

(Marcos 10 : 51:52)

O cego clamou, Jesus o curou e ele seguiu o Senhor. Simples, prático, mas muito profundo. Segue Jesus, é isso que Ele quer.

Vejam quantas vezes vemos Jesus falando "segue-me":

"Jesus, porém, disse-lhe: Segue-me, e deixa os mortos sepultar os seus mortos." (Mateus 8 : 22)

"E Jesus, passando adiante dali, viu assentado na recebedoria um homem, chamado Mateus, e disse-lhe: Segue-me. E ele, levantando-se, o seguiu." (Mateus 9 : 9)

"Disse-lhe Jesus: Se queres ser perfeito, vai, vende tudo o que tens e dá-o aos pobres, e terás um tesouro no céu; e vem, e segue-me." (Mateus 19 : 21)

"E disse a outro: Segue-me. Mas ele respondeu: SENHOR, deixa que primeiro eu vá a enterrar meu pai." (Lucas 9 : 59)

"No dia seguinte quis Jesus ir à Galiléia, e achou a Filipe, e disse-lhe: Segue-me." (João 1 : 43)

"E disse isto, significando com que morte havia ele de glorificar a Deus. E, dito isto, disse-lhe: Segue-me." (João 21 : 19)

"Disse-lhe Jesus: Se eu quero que ele fique até que eu venha, que te importa a ti? Segue-me tu." (João 21 : 22)

"Segue-me", é o chamado que ecoa mas muitos de nós nos recusamos a escutar. Cada chamado citado acima se deu numa dada situação, num dado contexto.

Entenda que Jesus está dizendo coisas desse tipo para nós todos:

Meu filho, deixe a idolatria e segue-me.
Largue a promiscuidade e segue-me.

Abandone o vício que te aprisiona, segue-me, e serás livre.

Pare de se envergonhar do Evangelho, e segue-me.

A mentira destrói, large a mentira, segue-me, e te usarei para edificação.

Não adore a Mamon, o dinheiro não vai te salvar de nada, segue-me.


Ser cristão é seguir as pisaduras de Jesus. Ser discípulo é imitar o Mestre, é segui-lO por amor a Ele.

Apesar de tudo, eu vibro de alegria quando observo que existem homens e mulheres que batem o pé no chão e confirmam sua fé. Buscam a santidade, mesmo sendo pecadores, porém pecadores em fase de tratamento com o médico dos médicos, pois Jesus restaura e transforma todo aquele que verdadeiramente vai até Ele.

Somente Deus mesmo pra manter o Corpo funcionando, enquanto a humanidade, como um câncer, tenta contamina-lo com a sua essência injusta.

Que Deus tenha misericórdia dos que ainda estão cegos e continue levantando mais obreiros (que participam da Obra), pois a colheita é grande e os trabalhadores são poucos.

"E dizia-lhes: Grande é, em verdade, a seara, mas os obreiros são poucos; rogai, pois, ao Senhor da seara que envie obreiros para a sua seara." (Lucas 10 : 2)


Fiquem com Deus!

15 comentários:

D@ni disse...

Olá!
Indiquei esse blog para receber alguns selos em reconhecimento ao trabalho do céu desenvolvido por aqui.
Passa no Blog do Céu e dá uma olhadinha.
Fica na Paz!
Dani

Kennedy Lucas disse...

BemDito!

Amo tanto Ro 12.2, que criei até um blog com o tema!

A igreja está ferida, suja, mal vestida, mas Deus está nos tratando.
Somos pecadores e PRECISAMOS seguir a Jesus, como vc bem disse.
Um cristão não pode ficar conformado, acomodado, paralizado em sua zona de conforto. Espero que Deus tenha misériocordia de nossa geração pecadora, hipócrita, ignorante e teimosa.

Fica com Deus mano!

Seminário disse...

Muito interesante seu post,que Deus possa continuar lhe abençoando.Parabéns!!!!
Seminario Internacional Teologico de São Paulo

Reinam Ribeiro disse...

Depois que entramos no sistema é muito difícil sair dele. Precisamos dele. As vezes precisamos abrir mão da igreja, digo de seus cargos e posições, para então nos tornarmos igreja de fato, e sermos obreiros na prática, na seara. É ali que devemos tomar nossa cruz e seguir a Jesus, ali onde ele quer estar, quando dois ou mais estiverem em nome dEle estendendo a mão para o perdido. É tão reconfortante como Jesus não está preocupado com a multidão, mas sim com o indivíduo.
Paz.

Valney Ribeiro jr. disse...

COncordo meu irmão, tenho ido a algumas igrejas pregando a palavra e temos confrontado isto que nada mais é do que a apostasia dos últimos tempos se revelando.

deia_music disse...

É Thiago, concordo com vc. Não está fácil encontrar cristãos que levam um estilo de vida santo, na contramão do mundo, e que colocam a vontade de Deus acima da própria. E está mais difícil ainda ser um deles, não é? A porta é beeem larga, muito fácil de entrar. Mas que a gente possa ser contado entre os obreiros!
Abraço :)

Déia disse...

Ah, e eu tb tenho blog:
blogdadeia.wordpress.com
abraço :)

Enzo Almeida disse...

Com certeza, concordo com o que ja foi dito. O Sistema é real,e esta ai para quem quiser ver, quem vê e permance acorrentado é por escolha própria, muitas vezes, seguir o Mestre para fora do sistema significa deixar de lado os bancos e o atrio e ir em direção da simplicidade da comunhão a sós.

Deus continue abençoando!
Encontro com O Poder - Vida Cristã - Poder e unção

MamaNunes disse...

Olá mano!!! Nem sei como cheguei até você, de blog em blog... Valeu!!
Me dia: Quem tem coragem de imitar Jesus "radicalmente" hoje? Quero saber onde está a igreja???
Depois de muitas pauladas e decepções, acredito na reforma total, outra vez...
Obrigada pelo seu blog e postagens que me fazem refletir...
abraços fraternos.

Leandro disse...

eh bem real isso mesmo
e continue sempre mesmo falando a VERDADE, todos nos precisamos ouvir!

Que Deus te abençoe
abraço!

Thiago Rodrigo disse...

Gostaria de agradecer a visita, e principalmente os comentários de todos.

Esse artigo reflete parte do meu pensamento, atualmente. Ando assim, "revoltado" com certas coisas, comigo mesmo por não fazer o suficiente, etc.

Sinto a graça sobre mim e minha gratidão só aumenta com o passar do tempo. Daí vem o desejo de mudança, de mudança verdadeira.

Espero que Deus me use da forma que Ele quiser. Vou repetir uma oração que escutei recentemente: "Deus, manda ver!"

Abraço a todos, fiquem com Deus!

Anônimo disse...

Olá,

A paz do Senhor!

Passando para conhecer seu belo espaço e edificante desejar uma linda semaninha, cheinha de paz.

Cadê a Igreja? simlesmente irepreensível! Parabéns.

Graça e paz!

Edimar Suely
jesusminharocha.blig.ig.com.br

Lavrador disse...

Thiago, os seus comentários são sempre interessantes e completos. Obrigado

Procure por aí este opúsculo: CRISTIANISMO PAGÃO
Acredito que vai gostar

Rodrigo disse...

Olá, Thiago, parabéns pelo blog. Muito material pode ser usados pelas comunidades cristãs. Aproveito para te convidar a conhecer o site que estou mantendo, o Deus no Gibi. A página tem a proposta de ser um apoio para professores e líderes cristãos que tem dificuldade de se comunicar com crianças e adolescentes. Usando personagens dos quadrinhos, da TV e do cinema, apresenta textos fazendo a conexão entretenimento - espiritualidade. Visite lá no www.deusnogibi.com.br
Abraços, Fernando

contato@deusnogibi.com.br

Luiz Clédio Monteiro disse...

Ola, seu blog é bastante concorrido. gostei e estou seguindo.

Seja também seguidor do meu blog (Doutrina de Cristo).
Ele foi criado para abençoar a sua vida, com artigos
preparados para tocar o seu coração!
E mais ...
Inscreva-se e receba atualizações por email.
PS - Mas todas estas coisas são o princípio de dores.
Mateus 24:8

Related Posts with Thumbnails