sexta-feira, 23 de maio de 2008

Projeto Cidade Viva

Conheça esse projeto arrojado. Com certeza algo que Deus vem preparando para que, num futuro muito próximo, possa alcançar muito mais vidas.

Em outras ocasiões estarei falando mais sobre o Projeto Cidade Viva. Projeto esse desenvolvido pela igreja da qual eu sou membro.



O primeiro equipamento, que já está funcionando, é o centro de recuperação para dependentes químicos, que abrigará até 80 pessoas em tratamento. Lugar onde há atividades relacionadas ao aprendizado da palavra de Deus, bem como terapias ocupacionais ligadas à música, à pintura e à agricultura.


Que Deus abençoe cada vez mais vidas.

6 comentários:

Adam Gonnerman disse...

Acho que sou cético demais. Vejo somente uma oportunidade para corrupção e desvio de dinheiro, e desconfio que um plano de concentrar cristãos num só lugar para fazer a obra vai deixar de lado o propósito da igreja ser sal e luz, dando testemunho aos poderes e autoridades da multiforme sabedoria de Deus.

Ao mesmo tempo, espero que estou enganado e que esta obra vai fazer uma diferença enorme para o bem de muitos.

Thiago Rodrigo disse...

Adam,

tem todo o direito e até dever de ficar com um pé atrás com coisas que ainda não conhece.

"AMADOS, não creiais a todo o espírito, mas provai se os espíritos são de Deus, porque já muitos falsos profetas se têm levantado no mundo." (I João 4 : 1)

Eu, porém, te digo que acompanho de perto o desenvolvimento dessa idéia. E muitas vidas já estão sendo salvas pela graça de Deus, por meio desse projeto.

A casa de reabilitação de dependentes químicos já funciona e muitos alunos, além de deixarem as drogas, estão servindo ao Senhor! E toda honra e glória seja dada a Deus por isso.

Ainda haverá muitos outros equipamentos para dar suporte à diversas camadas marginalizadas da sociedade.

Sem um lugar fixo para fazer uma obra desse tipo não seria possível.

Sem falar que existem ministérios evangelísticos que não ficam de baixo de um "templo"... vão às ruas pregar a Palavra de Deus, olho no olho...

Então, a multiforme graça de Deus se mostra dessa forma. Podemos atingir muito mais pessoas atuando de diversas formas.

Cada um que utilize os dons que Deus concedeu para a Sua glória.

Abraço irmão, e obrigado pelo comentário.

Adam Gonnerman disse...

Thiago,

Realmente espero que não te ofendi. Tudo que você descreveu pareça ótimo, e é muito bom saber que existe um trabalho assim no Brasil. Na verdade, um cunhado meu já foi beneficiado por um ministério de recuperação de drogas e agora é um cristão animado e fiel. Sem uma obra assim, teria sido difícil resgatar ele das trevas onde andava.

Minha preocupação foi baseado no que tenho visto, principalmente nos Estados Unidos. Igrejas que se tornam centros de lazer e evangelismo sem ir ao mundo. Locais onde pessoas de uma só classe se encontram para receber produtos e serviços.

Enquanto a missão de Deus está indo para frente, fico contente e dou graças a Deus.

Thiago Rodrigo disse...

Adam,

Não ofendeu, irmão. Inclusive, eu também sou muito cético com relação à muitos "ministérios" que surgem por aí a fim de ajuntar tesouros para os seus líderes.

Eu não faria parte de algo sujo.

Por isso, quero contribuir com um trabalho que eu tenho certeza que vem de Deus. Um trabalho que não há pessoas juntando riquezas para si.

Vejo o agir de Deus na vida de cada irmãozinho desamparado. Vejo vida surgindo onde não brotavam frutos.

E o trabalho que eu vejo não é feito somente de baixo de uma edificação, a Palavra de Deus tem sido levada até lugares que nem os ratos costumam passar. E eu não estou exagerando.

Mais uma vez eu digo: cada um que utilize os dons que Deus concedeu para a Sua glória.

Obrigado mais uma vez, brother. Deus te ilumine e abençoe!

Saulo CidadeViva disse...

Olá!

Achei interessante o comentário do Adam, principalmente no que se refere à sua preocupação com os desvios da chamada "obra"... De fato, muita porcaria tem sido feita usando a Palavra como desculpa e a inocência de irmãos como asfalto.
A razão de colocar este comentário é pelo fato do Projeto do qual faço parte ser o "motivo" da provável "suspeita" (coloco entre aspas pelo fato de EU haver entendido assim)... Como diretor do Centro de Recuperação, já expresso aqui a minha disposição em te levar algum dia para conhecer o projeto, Adam. Não temos muito, mas o pouco já tem feito muito na vida de pessoas que não tinham vida; pena que poucos têm o privilégio de ver o que Deus tem feito ali, mas já me coloco à disposição para que marquemos e você possa pessoalmente dar uma olhada se de fato ali há desejo de ajudar, se há estrutura para tal e se há transformações...

Abraço cheio de pressa devido ao pouco tempo ;)

Adam Gonnerman disse...

Saulo,

Obrigado pelo comentário explicando mais sobre o projeto. Minha "preocupação" foi realmente com a questão da validade deste ministério. Aqui nos EUA vejo muitas igrejas grandes ("mega churches") que ofereçam serviços e mais serviços que tiram os cristãos de contato com o mundo. Um campus espaçoso com edifício de ministério com jovens, campo de futebol e outras quadras esportivas, livraria evangélica, piscina, academia, escola particular (para os filhos da classe média), faculdade teológica, etc etc etc ad nauseum. Tem um lado bom tudo isso, mas também um lado muito ruim.

Agora, o que você e Thiago estão descrevendo pareça bem melhor. Sim, uma parte educativa, mas não ao serviço dos mais ricos. Recuperação para os viciados e libertação para os oprimidos. Tudo isso é ótimo. Como já comentei, sem um programa de recuperação de uma igreja, meu cunhado não teria sido liberto das drogas.

Gostaria de conhecer o projeto, mas acho que vai demorar. Não voltei nenhuma vez para o Brasil deste 2003, e não sei quando vou conseguir ir de novo. :-( Obrigado, mesmo assim, pelo convite.

Um abraço fraternal,

Adam G.

Related Posts with Thumbnails